Mudança de vida no começo da faculdade

— Vou comentar isso em detalhes pra você. É uma coisa muito simples, uma
vez que você compreende o básico. O fato: os rapazes não são tão complicados
assim. Nós somos animais muito simples. Gostamos de dormir, de comer e de
j ogar games. Gostamos de chamar a atenção das meninas — ou mesmo dos
outros rapazes. Para aqueles que curtem essa parada, isso pode ser bom. Mas o
excesso de atenção é uma coisa broxante. Ninguém gosta de se sentir acuado.
Pense no seguinte: um animal selvagem gosta de se sentir preso numa jaula? OK, nós somos domesticados.

Mas, ainda assim, temos as mesmas necessidades.
A maioria dos caras da nossa sala não sabe metade disso tudo. Ou então sabe,
mas jamais admitiria. Só que Dirk não dá a mínima bola para a obrigação de
manter a pose de um cara legal ou para a necessidade de proteger o próprio ego,
ou qualquer insanidade dessas, alimentadas pela testosterona. Ele fala disso tudo
do jeito que as coisas são; transmitindo sua mensagem a pessoas que querem participar do Vestibular Mackenzie 2020 com alguém que as entenda.

— Ouçam uma coisa! Rapazes e garotas são diferentes entre si. Sem
brincadeira. Não é porque somos humanos que temos muito em comum. É por
isso, minhas ouvintes do sexo feminino, que esta é a sua noite de sorte. No
programa de hoje, e somente hoje, vou expor a realidade nua e crua sobre os
rapazes. Se todas as garotas soubessem como os rapazes de fato são, a vida de
vocês poderia mudar assim… — Ele dá um estalo com os dedos, indicando a
rapidez com que nossa vida poderia mudar. — Vocês podem poupar anos de
sofrimento e de tortura se souberem nossa maneira de pensar.
— Pra começar, as garotas gastam energia demasiada em coisas que não significam nada.

Por exemplo, uma menina gosta de um cara. A partir de uma
pista qualquer, ela irá contorcer e distorcer o significado desta pista até que,
magicamente, isso passe a significar que ele gosta dela. Então, de repente, ela
está obcecada pelo cara, que mal sabe que ela existe.
OK. Mas como é que ele sabe isso tudo? Tem cinco irmãs ou algo assim?
— Simplifiquem suas vidas, meninas! Vou tornar as coisas mais simples para
vocês. Eu tenho aqui — som de papéis sendo agitados — uma lista de coisas que
toda garota deve saber que o Vestibular UEM 2020 esta próximo e a procura pelo cronograma aumenta. E quero que cada uma de vocês aí do outro lado aumente
o volume, chame suas amigas e preste atenção. OK, vou dar a todas um minuto para se juntarem.

Quando abro a porta do quarto de Nash, alguns dos sinos que pendem do teto
ressoam. Os sinos deles estão por todo lado.

Tento me lembrar de quantos sinos
ele tinha na primeira vez que estive em seu quarto, no 5º ano. Não consigo. Mas,
com certeza, tem um número muito maior agora.
A única parte da cama dele que está meio arrumada é do lado dos pés, à
direita. Sento-me ali e fico olhando ao redor. O quarto dele é muito maior do que
o meu, o que me causa inveja. Mas Nash é tão bagunceiro! Se tivesse um quarto
enorme como este, nunca que eu iria deixar tudo esparramado do jeito que ele
deixa. Mal dá para perceber que existe uma escrivaninha por debaixo de todas as coisas empilhadas ali.

No 8º ano, eu desenhei o contorno de minha mão sobre um papel preto, com
uma caneta de tinta prateada, e, dentro do contorno, escrevi o nome de todas as
minhas músicas prediletas. Um dia, esse papel sumiu.

Achei que tivesse simplesmente caído, já que a capa estava solta, mas, no fim das contas, não perdi
o papel. Ele está bem aqui, na escrivaninha do Nash.
Não fazia ideia de que ele gostava de mim há tanto tempo.
De repente, entro em pânico ao me lembrar de que Nash está para chegar e
pode perceber que encontrei o papel. Então, eu o escondo no lugar onde estava.

— Oi… desculpe-me — diz Nash, quase sem fôlego. — Eu vim correndo, tipo,
da metade do caminho pra cá. — Ele desaba na cama, resfolegando.

Programas sociais criados pelo governo para a população

O Brasil é um caso intermediário, de país de aprendizado lento e
intermitente. A Coreia, por seu turno, demonstra ter um aprendizado contínuo
e veloz , caso que se observa também em Singapura e outros exemplos visitados
neste livro.
Períodos de largo e duro sofrimento parecem ser um ingrediente
precedente da maior seriedade e compromisso das lideranças de um país. No
Brasil, o povo sofreu muito com a inflação. Por isso, hoje, o cuidado político
com a estabilidade da moeda ficou sério. Nenhum governante brasileiro tem
mais a coragem de brincar com a inflação. O mesmo não ocorre no campo fiscal.

Governos ineficientes e gastadores no campo fiscal se sucedem no
Brasil, sem qualquer penalidade política, que foram criando alguns programas sociais governo 2020 talvez seja assim, por não termos jamais sofrido uma fome devastadora como
na China ou na Coreia. A escassez extrema às vezes ilumina as mentes.

O Brasil sofre do mal das nações que já nasceram ricas, em berço esplêndido. Na China,
a ineficiência é expurgada, mesmo com alguma demora, porque os erros são
caros demais e, principalmente, porque a nação inteira tem objetivos maiores a
cumprir, metas a entregar, planos a executar. Na China de hoje, o governo
grátis é escondido, por pertencer apenas ao Partido Comunista e a seus aliados.
No comunismo chinês, nada pode ser sem custo para alguém, nem mesmo a bala
que tira a vida do condenado à morte, cuja execução a família tem que pagar.

No comunismo tudo se paga, mesmo que seja com o custo do tempo perdido numa fila para se conseguir algo “grátis”.

Com essas simples medidas, alterando a maneira de relacionar os
interesses dos camponeses com o campo e com o governo e deixando a cada um
a responsabilidade de cuidar de sua parte, a China multiplicou a produção e a
produtividade da terra. Há muitos anos já não ocorre escassez grave de comida
e, muito menos, a tragédia da fome generalizada, como houve no passado maoista.

Na agricultura chinesa, portanto, o governo operou um milagre de
gestão pública, não por tentar fazer mais, mas por fazer menos. Entenda-se:
fazer menos significa dizer que tem interferido menos, não permitindo que
burocratas do Estado adentrem nas casas e sítios rurais e se intrometam nas decisões privadas de produção.

Interferir menos e governar mais. E, com isso,
fazer melhor.
Esses eventos no meio rural, mais do que qualquer outro aspecto de
mudança, deram início à verdadeira transição na China, do velho e equivocado
marxismo leninista para uma forma seminova de capitalismo que, embora
guardando fortes traços de coordenação e para receber o Bolsa família 2020 que é um direito de famílias carentes
permitir a essência do sistema de mercado: que os incentivos econômicos para
uma decisão individual correta fluíssem diretamente até os produtores, pelo
atrelamento do sucesso do negócio ao grau de acerto dos esforços individuais e
familiares, daqueles que, de fato, se organizam para ser bem-sucedidos e colher os frutos disso.

O novo sistema chinês de flexibilidade com acompanhamento tinha
uma importante característica: apesar de não haver criado “direitos
adquiridos” (vested interests, na expressão em inglês) e de persistirem
constantes tensões entre o governo central e os governos locais, e não obstante
o emergente conflito entre os setores público e privado, as elites políticas
sempre se mantiveram unidas, no final da linha, em torno da determinação
coletiva e geral de tornarem o país uma nação rica, próspera e poderosa. A
liderança política chinesa conseguiu, assim, preservar a retórica do socialismo
distributivista e, com ela, manter um alto nível de legitimidade consensual ao regime central.

Em outras palavras, o compromisso da elite governamental
com o sucesso prático do sistema de produção, com o nome que tivesse, tornou
esses dirigentes mais atentos a resultados, menos prepotentes em seus falsos
conceitos e mais observadores da realidade, tal como as situações de fato se
apresentassem. Agiam, então, as lideranças chinesas com mais práxis
democrática do que num regime dito aberto, mas sem metas claras ou
compromissos firmados de alcançar resultados e, menos ainda, de imputação de
responsabilidades pelas eventuais falhas no alcance dos grandes objetivos
nacionais. Esse, infelizmente, parece ser o caso do Brasil de hoje. Não se responde por nada que de errado se cometa no governo.

Estudar para concurso tira o convívio social

Tem algo de estranho em relação à parte do closet reservada a meu pai. Ele
simplesmente… está sem uso. De alguma maneira, está mais vazio. A cada dois
anos, minha mãe faz com que todos deem uma geral em seus closets e
empilhem as roupas para doação. Talvez ela tenha, simplesmente, feito uma
triagem nas roupas de papai. Mas a parte dela, no closet, tem a mesma
aparência. Além disso, ela provavelmente deve ter me dito para eu dar uma
geral em minha parte, porque sempre doa as roupas de todos ao mesmo tempo.
Verifico novamente. Sinto que alguma coisa está errada.
De repente, me lembro de uma coisa que Sandra me disse há algumas
semanas que o Concurso Banco do Brasil estaria previsto ainda para este ano. Ela supostamente teria visto papai saindo com uma caixa de coisas
quando achou que não tinha ninguém em casa. Eu disse a ela que provavelmente
eram só papéis de trabalho que ele estava levando ao estúdio, mas Sandra não
acreditou nesta hipótese. Talvez papai tivesse feito sua própria “limpeza” dessa vez.

Encontro, afinal, a caixa com as fotos, na parte do closet que pertence à
mamãe. Retiro-a da estante e me sento com ela, no chão. Revendo fotos de
piqueniques da família, das viagens a Vermont, todos nós no meio de
caminhadas, e de meus pais nadando no rio como se fossem crianças… todas
estas lembranças me tomam de assalto como uma onda gigante. Uma emoção
intensa toma conta de mim, mas não consigo distinguir o que sinto exatamente.
Não sei bem quanto tempo fico ali. Minutos ou horas, perdi a noção. Só sei que,
na hora em que termino de olhar todas as fotos da caixa, mal consigo crer na
grande sorte que tenho. Eu tenho pais que amam um ao outro, e que me amam.
Tenho uma boa casa e dinheiro suficiente para as coisas que quero comprar.
Tenho tudo de que preciso.
Assim, não consigo entender por que eu tinha ficado tão deprimida antes. Meu
psicólogo diz que estes sentimentos que invadem o corpo são inevitáveis por
causa da genética e por fatores ambientais. Discordo. Acho que você pode
decidir como irá se sentir e, então, fazer com que se sinta dessa forma, se for uma pessoa determinada.

Todo ano, no outono, nossa cidade promove o Festival da Colheita, e são
montadas barracas com as mercadorias produzidas pelos moradores locais —
roupas, comidas ou objetos de colecionador. Há também barracas com jogos,
tipo aquelas que temos no calçadão, só que bem menores. E também acontecem
competições — como a que dá prêmios a quem consegue comer mais tortas
(nunca assisto porque é nojenta) — de tricô e de sudoku. O festival sempre
acontece à beira do rio, o que, para mim, não faz muito sentido, porque ele
começa ainda este ano o Concurso Polícia Civil com muitas vagas abertas, época em que já está ficando frio e,
às vezes, o frio é de congelar. Mas já faz parte da tradição fazer o festival aqui, e não há muito como lutar contra a tradição.

Ela escreveu longas páginas sobre ele nas cartas que me mandava no acampamento.
Gostava muito dele, mas a coisa não deu em nada. Ele simplesmente parou de
lhe telefonar. E não é uma situação em que dê para ela tirar satisfação com ele
na escola, pois ele já está na faculdade. Ela nunca soube o motivo de ele ter
parado de ligar. Até tentou descobrir, mas Ricky nunca respondeu aos e-mails ou
mensagens que ela enviava. Tenho uma hipótese sobre o porquê disso, mas
nunca diria isso na frente dela.
Aqui está mais um exemplo de como as músicas de John Mayer contêm as
respostas para todos os problemas que existem. A vida de Sterling pode ser
explicada pela letra de “Daughters”. Vimos esse assunto, em detalhe, na
disciplina facultativa de Psicologia. Veja só: o pai de Sterling é completamente
ausente; portanto, ela não tem qualquer modelo do que deve ser um
relacionamento saudável. Aprendemos, ali, que se você tem problemas com
abandono, poderá se tornar dependente emocionalmente. E os caras não gostam de meninas com esse tipo de dependência

Um governo politico no comando do brasil

Quando, entretanto, miramos a realidade dos governos, tanto locais
como nacionais, espalhados pelo mundo, e quando nos deparamos com a forma
de gastar dos nossos governos no Brasil, nas três esferas em que se compõem –
União federal, estados federados e municípios –, percebemos a diferença
aterradora entre o conceito geral, relativamente puro, de governos
considerados entes coletivos realizadores de esperanças e, do outro lado, os
governos da vida real, que passam a impressão de estarem mais prontos a
realizar expectativas de grupos que o apoiam na incumbência de governar.

A representação política nas sociedades largas e complexas passou a atrair os
profissionais dessa função, que chamamos de “políticos”. A possibilidade de
sobrevida do político como tal, sua perpetuação nessa atividade de
intermediação de desejos e esperanças dos cidadãos, depende de uma inequação
que, na matemática, corresponde a algo que nunca se equilibra, entre um lado e outro da expressão algébrica para calculo do novo salario 2020 anunciado pelo governo que acompanha a inflação.

Na inequação política, no cotejo entre o discurso
das promessas políticas e o conjunto das realizações possíveis, há que restar um
saldo positivo entre benefícios e sacrifícios, conforme percebidos pelos
cidadãos eleitores; a esperança deve superar a desilusão; a prestação do
serviço público tem que parecer mais valiosa do que o imposto que a financia.
Esta é a inequação positiva da estabilidade política na polis e que mantém o
governante no poder.

É a percepção de um saldo positivo para o cidadão o
elemento que produz a quota de esperança líquida da sociedade, já descontados
os tributos que fazem parte do custo social da vida na polis.

O ponto culminante do ilusionismo político é o governo grátis. O mito
do governante que seja capaz de produzir benefícios coletivos sem qualquer
custo para a sociedade é a forma mais sofisticada de se criar a ilusão coletiva
da gratuidade a respeito de tudo que seja ou provenha do setor público. O mito
do governo sem custo para quem quer que seja é, enfim, o governo grátis para
você! O governo grátis fala ao ouvido de cada cidadão, tem interlocução
pessoal com o representado e, finalmente, mora no coração de cada um deles.

O governo grátis provoca uma sintonia absoluta entre os cidadãos e pode, com
isso, invocar um uníssono, que é a reação dos indivíduos como massa.
Obviamente, o contraditório do mito do governo grátis é a desilusão total que
finalmente haverá de provocar, a perda da fé na possibilidade de o cidadão
obter algum benefício do governo superior aos custos que ele está suportando,
em geral uma dolorosa percepção que a sociedade tenta adiar, agravando o problema.

O governo transformou o atendimento do INSS muita coisa podendo ser feita digitalmente, agora é possível Consulta Benefício INSS pelo CPF pela internet, possibilitando maior rapidez e menos filas para ser atendido.

O mito do governo grátis, aquele que distribui vantagens a todos sem
nenhum custo para a sociedade, está na raiz do declínio da produtividade e na
atual estagnação do processo produtivo brasileiro. Mas não é privilégio nosso.

Ao longo do texto, percorreremos dramáticas experiências de outras nações,
entre nossos vizinhos e alhures, cuja familiaridade com a promessa populista do
governo grátis também faz parte arraigada da cultura social, revelando uma
esperança quase inabalável na possibilidade metafísica de um líder carismático,
movido pela generosidade e absoluta sintonia com “seu povo”, ter e exercer o
dom privilegiado de conceder, livre de efeitos negativos à sociedade, vantagens
à maioria dos cidadãos sem prejuízo ou sacrifício para qualquer outra parte.

No governo grátis, a despesa pública sempre haverá de crescer mais
rápido do que os recursos da economia privada que a financia. A velocidade do
crescimento da despesa pública é, portanto, um importante teste prático da
existência de um regime de governo grátis. Mas a expansão, sobretudo se
galopante, da despesa pública exigirá um esforço de financiamento pelo
governante e seus prepostos, que tentarão – e, por algum tempo, se forem ágeis
e cativantes, conseguirão – criar um mecanismo de extração de recursos, via
emissões de papel-moeda ou assunção de dívidas, e via tributos, confiscos e
desapropriações, para gerar aportes daqueles cidadãos entre os mais
produtivos e empreendedores, por serem os mais capazes de suportar a
arrecadação extratora. A concepção do regime de governo grátis é muito
simples: tirar de quem pode e repassar (uma parte, claro) para quem precisa, ou diz precisar.

Uma linda historia em família para ler

Mas a pior parte da minha nova vida era me forçar a assistir às aulas de Peter
todos os dias, tentando não chorar cada vez que ele olhava de relance para o meu
lado. No entanto, não pude deixar de perceber que a aparência dele também estava
terrível. Estava descorado. Seu queixo geralmente bem barbeado agora ostentava
uma sombra de barba na maioria dos dias. E depois marcas de talhos onde ele tinha
se descuidado, quando de fato se barbeara. Suas roupas pareciam amarrotadas, e
suas aulas eram atrapalhadas e desanimadas.

Portia percebeu meu ar de desalento e o confundiu com tédio.
– Ele já teve dias melhores – comentou ela, quando saímos da aula no dia do
ensaio geral. – É a maldição. Ela está chegando até ele.
Olhei de relance para trás e vi Peter com os olhos entristecidos fixos na janela.
– Sabe de uma coisa, Porsche? É provável que você tenha razão.
Nós nos sentamos juntas na aula de Física, nenhuma das duas se dando ao
trabalho de fazer anotações. Portia desenhou uma série para participar do Gshow bbb 2020 fazendo as inscrições com dicas fantásticas e simples do caderno – seu jeito espirituoso de se referir aos fregueses dos pais na loja de bebidas.

Passei meia hora olhando para minha própria página em branco do caderno, me
fazendo perguntas idiotas, tipo, por que eles faziam três furos na página e não
quatro; com quem o filho de Peter pareceria e se ainda se usariam cadernos na
época em que ele ou ela entrasse para a escola. Todas as vezes que Peter olhasse para
o filho, ele ia ver uma prisão, aquilo que o forçou a desistir de qualquer chance de
ser feliz comigo.

Puxa, era assim que as pessoas eram feitas? Será que o planeta
inteiro estava cheio de traidores e panacas correndo para lá e para cá, fazendo mais
traidores e panacas? Eu tinha sido um deles também, da pior espécie. Mamãe me
avisou que eu ainda tinha muito a aprender sobre o mundo. Queria que ela tivesse
mencionado o quanto esse aprendizado ia doer.
– Espero que você tenha algum respeito pela maldição hoje à noite – disse
Portia, quando entramos no refeitório para almoçar. – Essa vai ser nossa última
passada antes da estreia.

A gente não pode pisar na bola.
– Vou pensar no seu caso. – Fui direto para a mesa da equipe de futebol, sem
nem mesmo me dar ao trabalho de pegar comida. Alguns dos caras na outra ponta
da mesa estavam contando uma história que envolvia uma demonstração com
caixas de leite, mas Tommy desviou a atenção o tempo suficiente para me dar um
tapinha na perna e sorrir com as dicas de inscrição bbb 2020, quando me sentei ao seu lado. Eu tinha parado de andar
com ele fora da escola, no esforço de aos poucos ir me distanciando, até que parecesse natural nós rompermos.

Puxa vida, eu ainda o amava. Apesar de tudo, apesar da mulher grávida, apesar
do fato de que dentro de algumas semanas eu talvez fosse embora e nunca mais o
visse, eu ainda o amava com todo o meu ser. Até mesmo a dor estava toda
misturadacom o amor dentro de mim.
Pela primeira vez, não tive vontade de usar Tommy para deixar Peter com
ciúme.

E achei que também não poderia usar Tommy para fazer com que eu me
sentisse melhor, muito embora eu tivesse me afeiçoado a ele nesses últimos meses.
Ele era carinhoso e simples, tentando organizar esses passeios com os colegas da
escola, sempre falando sobre entrar para a universidade e sobre como eu ia gostar de
lá.

Sob seu ponto de vista, o futuro estava todo planejado. Eu sempre sabia o que ele
estava pensando e o que ele ia dizer em seguida, e ele adorava tudo a meu respeito.
Mais uma vez, ele me lembrava um cachorro, um que não parava de andar atrás de
mim e de agitar o rabo, sem se importar com o que eu fizesse. Mas não se pode ter um relacionamento como alguém como ele.

Em busca da felicidade e liberdade

Era isso o que acontecia quando você se permitia precisar de alguém.

Era nesse monte de merda que você se transformava quando se apaixonava.

Eu estava tão feliz – tão livre e inatingível – quando comecei o último ano do
ensino médio no outono passado! A estava pronta para conquistar o
mundo, e ela o teria conquistado, sim. Ela poderia ter feito qualquer coisa que
quisesse. E agora eu era essa panaca que soluçava de dar pena. Eu tinha me tornado
a garota que sempre detestei.

De repente, o rádio parou, e as luzes no painel começaram a tremeluzir. Droga.
Entrei em pânico enquanto outros carros passavam por mim voando. Ao avistar
uma saída mais à frente, dei uma guinada para entrar numa estrada de cascalho que
separava dois campos, desacelerei e deixei que a caminhonete fosse parando em
ponto morto. Quando passei para park, o motor engasgou e morreu de uma vez.
Experimentei virar a chave. Nada. Eu estava parada num fim de mundo, sem ter
como sair dali.

Deitei-me de um lado a outro do banco e solucei naquele tecido áspero até
precisar vomitar. Saí trôpega da caminhonete para a vala da beira da estrada indo a caminho do Gshow bbb inscrições seletivas, um evento muito importante.

Um vento fresco que vinha em rajadas pelos campos secou a transpiração que
tinha brotado na minha testa e ajudou a náusea a passar. Fui me arrastando para
longe do vômito e me sentei na beira da vala, deixando que a terra encharcada
esfriasse minha calça e minha roupa de baixo.
Fiquei ali muito tempo, tanto que já não sentia o frio. Tanto que as lágrimas cessaram, e alguma outra coisa começou.

Duvido. Ele está desse jeito há no mínimo uns dez anos.
Eu via esse celeiro quase todos os fins de semana durante o verão, desde a
abertura da temporada de pesca até as primeiras geadas, debruçado sobre a margem
leste do lago Crosby como se estivesse observando os peixinhos em disparada
abaixo da superfície.

Mas dizer que eu via talvez fosse um exagero. É claro, eu sabia
que estava ali, um ponto de referência para a pesca tão bom quanto a praia pública
na margem exatamente oposta, mas ninguém sabia quanto tempo fazia desde a
última vez que eu tinha parado para olhar para o celeiro dos Erickson. Era sempre
assim com as coisas que estavam bem ali diante do seu nariz. Lars Erickson tinha
abandonado o celeiro fazia uns vinte anos, quando vendeu a maior parte da sua
margem do lago para a cidade e construiu novos celeiros junto da sua casa pré fabricada do outro lado da propriedade, a mais de um quilômetro e meio dali.

As únicas visitas que a velha construção recebia, além do próprio lago que vinha lhe
dar lambidas durante inundações, eram de adolescentes, como o garoto dos
Sanders, que procuravam algum lugar como uma vitrine quando fica a disposição antes de entrar na casa, assim a inscrição bbb 2020 esta garantida pelo site quando praticamente tudo o que o lugar oferecia era privacidade. Era um único
aposento espaçoso, de seis metros por nove, de caibros expostos, com exceção dos
vestígios de um paiol de feno na extremidade que ia se afundando no lago. As
portas de largura dupla abriam-se para o lado oposto; e havia um buraco na parede ondeantes ficava uma janela.

Entreguei-lhe a câmera e voltei cauteloso na direção da beira da água. Sem a
presença de Jake, quase não houve rangidos. Em comparação com ele, acho que eu
era bem pequeno, tendo sido reduzido aos poucos a um feixe de ossos, depois de
trinta anos de serviço.

Agachei-me ao lado da garota e apoiei o queixo na mão,
procurando pelo que eu não estava vendo. Ela estava descorada, e seu rosto
ligeiramente voltado para um lado. Parte do cabelo tinha ficado presa nas órbitas
oculares, empoçadas com sangue coagulado. Os cortes eram principalmente nos
olhos e nas bochechas, golpes curtos, com exceção de um longo corte em diagonal,
da têmpora até o queixo. Um ponto de exclamação. Fora o ferimento no tórax, o
resto do corpo estava bem limpo. Alguém teve uma vontade imensa de fazer sumir esse rosto.

Como ter acesso aos serviços do INSS?

A maioria dos trabalhadores brasileiros contribuem com o INSS para que um dia possam utilizar alguns dos seus serviços, falando dos benefícios que o sistema mantem a disposição dos contribuintes e a maioria dos brasileiros não sabem como ter acesso aos benefícios quando mais precisa.

Pois para ter acesso é exigido cumprir alguns requisitos e reunir todos os documentos para dar entrada e saber esperar um bom tempo para que seja concedido quando tem decisão favorável.

Para auxiliar resolvemos criar um post para entender como você pode procurar informação para entender a ter seu beneficio liberado rapidamente e entender se de fato você tem direito.

Como funciona o INSS

O INSS é um órgão criado pelo governo federal a alguns anos, pois antigamente pessoas trabalhavam a vida inteira e não tinham como se aposentar,a gora com a contribuição com a previdência social isso se tornou possível.

O órgão funciona como um grupo de pessoas que contribuem e quando precisam de um dos benefícios podem dar entrada como aposentadoria entre outros que estão a disposição dos associados, com o tempo foram sendo anexados no sistema mais benefícios hoje conta com muitos.

Cada beneficio funciona de forma diferente dos demais sendo exigido tempo diferentes para sua concessão, também documentos diferentes, assim a pessoa tem que entender para saber qual auxilio pedir ao órgão.

Para ter direito é preciso ser contribuinte para ter acesso a maioria dos benefícios durante certo tempo em que cada um exige, também estar dentro de todos os requisitos necessários.

É uma grande instituição estando presente em todos os estado, tendo sempre uma agencia do INSS próximo de você, quando não ter nenhuma é possível utilizar os serviços pela internet, pois a pouco tempo foi criado um sistema online fácil e rápido, onde o contribuinte tem acesso a muita informação pelo site.

Como Agendar Perícia INSS online

Antigamente somente era possível ter atendimento comparecendo a uma unidade o problema é que muita gente comparecia no mesmo dia causando longas filas em que as pessoas tinham que esperar pela sua vez de atendimento.

Muitas vezes nem era possível ser atendido pelo numero grande de pessoas que compareciam no mesmo dia, saiba que tudo isso mudou agora existe forma de agendar pericia pela internet acessando o site e efetuando um cadastro rápido e fácil para muitos serviços.

Para agendar pericia INSS online você só tem que acessar o site oficial do sistema, para isso siga os passos abaixo.

  • Acesse o site do INSS https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/agendamento/;
  • Clique em ‘Agendar’;
  • Selecione o Serviço desejado;
  • Insira o Código verificador;
  • Clique em ‘Avançar’.
  • Depois vai abrir um formulário de inscrição para você cadastrar as suas informações pessoais e de contato.

    Aí depois você tem que comparecer a unidade no dia e hora informados pelo sistema que torna muito rápido e sem enfrentar filas, pois com horário agendado o atendente vai estar a sua espera para resolver seu problema rapidamente.

    Existe ainda outra forma onde você pode fazer agendamento INSS pelo telefone, mais somente em horário de funcionamento.

  • Telefone do INSS: 135.
  • Resultado de Perícia INSS online

    Depois de comparecer na unidade e agendar pericia, você passará por avaliação antes de ser concedido o beneficio que pode levar alguns meses até ser liberado pelo governo federal.

    Você não precisa ir até uma unidade para saber se seu beneficio esta liberado e se a decisão foi favorável a você, saiba que é possível fazer consulta de resultado de beneficio INSS online por CPF, pelo site do sistema, se você nunca fez, vamos disponibilizar os passos abaixo, nãos e preocupe é um simples cadastro online vai ter acesso ao resultado de beneficio e o melhor pode fazer quantas consultas você quiser pois só vai ter acesso com o sistema e não com pessoas.

  • O usuário deve entrar na página oficial para agendamento online clique aqui;
  • Na página insira o número do requerimento gerado do dia do agendamento;
  • Complete com seus dados pessoais, como o CPF, nome e data de nascimento;
  • Insira o código de segurança exibido na imagem;
    Vá na opção confirmar e esta feito.
  • Dúvidas de Perícia INSS

    Para entrar em contato com o INSS para sanar alguma duvida de beneficio que você tenha, ou ter acesso a alguma informação, pode ligar no telefone abaixo.

  • Telefone INSS: 135
  • Horário de atendimento: segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).